A Anunciação, de Van Eyck (1434)

Um dos quadros mais belos de Van Eyck, a Anunciação tem todos aqueles detalhes realistas que Michelangelo tanto iria criticar na arte flamenga ( Ver Huizinga). A riqueza da roupa do anjo Gabriel é espantosa, assim como o detalhe das cenas bíblicas pintadas no chão. As figuras são desproporcionais ao tamanho da igreja, e a cena transmite muita fé, como o mundo do fim da Idade Média ainda exibia.

A arquitetura da igreja é Gótica. A cena exibe muita exuberância nas roupas do Anjo Gabriel e da Virgem Maria. Em frente à Virgem está um Missal. Essa reprodução dos personagens sagrados lendo um Evangelho ou um missal era algo que Van Eyck costumava fazer em suas pinturas.

São Tomás de Aquino diz que os alguns anjos são enviados a serviço e que isso procede do governo divino, já que o anjo está agindo em nome de Deus. O anjo quando age, não faz como o ser humano que perde sua capacidade contemplativa ao se ocupar de coisas exteriores, mas regula suas ações exteriores pela operação intelectual, segundo São Tomás. Ele ainda cita São Gregório, que dizia que “os anjos não saem para fora de modo a se privarem das alegrias da contemplação interior”.

Os anjos nos servem, segundo São Tomás, não porque sejamos superiores a eles, mas porque todo aquele que adere a Deus, torna-se um só espírito com Ele, por isso é superior a toda criatura.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: