O Tempo e a Teologia

Tempo

Santo Agostinho e São Tomás de Aquino refletiram em suas obras sobre a questão do tempo. Agostinho respondeu à indagação sobre o quê Deus fazia antes de criar o mundo com uma reposta simples e profunda: Deus não fazia nada antes de criar o mundo porque não havia tempo. Deus criou o tempo.

Essa reflexão também foi feita por São Tomás de Aquino no seu Compêndio de Teologia, quando ele refuta a teoria da eternidade do movimento. A razão parece indicar, diz São Tomás, que Deus pode produzir um novo efeito, mas que antes deveria produzir um movimento que precedesse esse novo efeito. Se Deus queria produzir de toda a eternidade algum efeito mas não o fez, é porque esperava algo que se realizaria no futuro, e que no momento não existia; ou porque esperava que deixasse de existir no futuro, algo que no momento existia. Como percebeu São Tomás, essas alternativas pressupõem movimento. Daí chegarmos à conclusão de que a produção das coisas tenha sido precedida de movimento e de outros seres sujeitos a movimento. Isso levaria a admitirmos um processo infinito.

São Tomás esclarece esse problema: Existe uma diferença entre o agente universal e o agente particular, pois o agente particular tem suas regras estabelecidas pelo agente universal. Na definição Tomista, ” o tempo é a medida de ações que se realizam no próprio tempo”.

Ora, Deus é o agente universal e instituiu o tempo e sua extensão.Uma pergunta filosófica que se faz é o porquê agora e não antes? mas essa pergunta, diz a filosofia Tomista, já pressupõe um tempo preexistente. A solução é modificar as perguntas. Ao invés de perguntarmos por que agora e não antes, devemos perguntar por que Deus quis dar medida ao tempo? A resposta é que Deus é indiferente à dimensão que Ele quis dar ao tempo.

Outra questão de filosofia é por que Deus criou o mundo material nesse lugar, e não acima, abaixo, ou em outra posição? A resposta é que fora do nosso mundo não há lugar. Deus assim criou a dimensão do tempo e o nosso mundo de forma que antes e depois, e tempo e lugar, não fossem senão uma imaginação.

Bibliografia: São Tomás de Aquino, compêndio de Teologia.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: