Resenha de São Bernardo, de Graciliano Ramos

São Bernardo

” A culpa foi desta vida agreste, que me deu uma alma agreste”.

O pensamento acima, do protagonista Paulo Honório, resume a personalidade de um personagem que narra a sua ascensão e queda em suas memórias de sua vida. Em termos morais, Paulo Honório não muda ao longo da história, uma vez que o seu caráter rude e desprovido de grande emoção é o mesmo do início ao fim. Graciliano Ramos desenvolve o protagonista desde o começo como sendo um homem com grande talento para os negócios, que sabe se defender e é um tanto diferenciado dos outros homens do sertão, por ter uma ética de trabalho e conseguir se manter distante das mazelas daquela região. [Read more…]

Anúncios