A Tempestade, de William Shakespeare

miranda

 

A peça A Tempestade é , como em outras de Shakespeare, habitadas por seres mágicos e situações improváveis. Próspero é o Duque de Milão, que foi aprisionado junto com sua filha Miranda e agora vivem em uma ilha. Ele transforma-se em um mago, que tem como fiel servidor o espírito Ariel, que é visível apenas por ele. Na ilha vivia Caliban, uma figura meio monstruosa que era filho da poderosa feiticeira Sycorax. Próspero ensina Caliban a falar sua língua, e esse último por sua vez tenta estuprar Miranda e acaba por ser aprisionado. Próspero provoca um dia uma tempestade na qual naufragam seu irmão e outros personagens. É aí que a peça começa.

[Read more…]

Anúncios

O Conhecimento da Lei Eterna pelos Homens

thomas_aquinas2

” Alguma coisa pode ser conhecida duplamente: em si mesma e em seu efeito, no qual se acha uma semelhança dela, como alguém que não vê o sol em sua substância conhece-o em sua irradiação. Assim, deve-se dizer que ninguém pode conhecer a lei eterna segundo é em si mesma, a não ser os bem-aventurados, que veem a essência de Deus. Mas toda criatura racional conhece-a segundo uma irradiação dela, ou maior ou menor. Todo conhecimento da verdade, com efeito, é uma irradiação e participação da lei eterna, que é a verdade imutável, como diz Agostinho.” ( São Tomás de Aquino, Suma Teológica, Volume IV, Q.93.a.2)

[Read more…]

O conceito de justiça em John Rawls e o direito das minorias

Movimento Gay

Em sua obra Uma Teoria da Justiça, Rawls preocupa-se muito com a tirania de um grupo majoritário e o poder que ele possa ter de oprimir grupos de minorias. Para buscar uma solução para esses casos, o filósofo americano parte do princípio do contrato social, onde todos entram em acordo sobre as regras do jogo antes do início. Parte-se de uma situação de igualdade e todos aceitam que um grupo não pode dominar o outro com base nos números de adeptos de uma ou outra posição.

[Read more…]

Resenha de A Montanha Mágica, de Thomas Mann

a_montanha_magica

 

Um Sonho do Humanismo

Thomas Mann escreveu, certamente, um livro magnífico, onde grande parte da mentalidade europeia do início do século XX encontra-se representada. Não é um livro de fácil leitura, tanto pela relativa lentidão em que os principais acontecimentos são narrados quanto pelos temas filosóficos que são mencionados. São esses últimos que mais me chamaram a atenção nesse livro.

[Read more…]