Resenha: O Mundo da Pólis, de Eric Voegelin

O Mundo da Pólis

A série Ordem e História de Eric Voegelin é bastante desafiadora para quem a lê. Depois de haver analisado Israel em seu primeiro volume, Voegelin faz um estudo sobre alguns personagens que ajudaram a definir a mentalidade grega. Ele primeiro escreve sobre os poetas Homero e Hesíodo, que representam uma primeira fase do pensamento grego, que é o mítico. Eu particularmente achei o estudo sobre Hesíodo mais interessante. A parte sobre Homero pode ser complementada com a opinião de Giambattista Vico em sua Ciência Nova. Sobre o poeta grego, Voegelin escreve em detalhes a respeito da personalidade de Aquiles como definida por Homero. A parte seguinte fala sobre o amor entre Páris e Helena, visto pelo filósofo alemão como o início da desordem. Páris está cego pelo domínio em sua alma do Eros, sendo essa uma das metáforas utilizadas por Homero para demonstrar a presença do mal. Isso vai fazer com que Homero passe a ensinar aos gregos que o mal está no homem, e não nos deuses. Como define Voegelin: ” é o homem, e não os deuses, o responsável pelo mal. Na prática, esse hábito é perigoso para a ordem social. Os delitos serão mais facilmente cometidos caso se possa transferir a responsabilidade aos deuses. Historicamente, uma ordem civilizacional está em declínio e irá perecer se esse hábito obtiver aceitação geral.”

O Mundo da Pólis também abrange estudos sobre Xenófanes, Parmênides e Heráclito. Acho que quem ler esse livro vai gostar muito da análise que Voegelin faz de Prometeu Acorrentado, de Ésquilo. Como nós sabemos, uma passagem específica da peça impressionou o jovem estudante Karl Marx. Vejamos como Voegelin resumiu o pensamento de Ésquilo quando esse colocou as palavras “odeio todos os deuses” na boca de Prometeu:” a authadia é a insensatez, nosos, uma enfermidade. O mesmo termo aparece em Ésquilo também aparece na caracterização heraclítea da vaidade como uma “enfermidade sagrada”. É uma enfermidade espiritual que só pode ser curada pela submissão por meio do autodomínio.” Nessa passagem de Ordem e História podemos compreender um dos princípios da desordem futura não somente da sociedade grega, como também da nossa.

A parte final do livro é dedicada ao estudo dos sofistas e da reação que Sócrates e Platão tiveram ao ensinamento desses. Quanto a esse capítulo podemos e devemos ver as semelhanças entre os sofistas e o nosso mundo universitário moderno. Os sofistas vendiam o saber de sua época em troca de dinheiro; porém o problema não está nessa questão da remuneração. Os sofistas, como a maioria dos professores universitários do Brasil de hoje em dia, eram relativistas. Um fragmento da obra do sofista Górgias chamado Sobre o Ser continha essas proposições: Nada existe; se algo existe, é incompreensível; se é incompreensível, é incomunicável. Os sofistas eram grandes defensores da abolição de toda a transcendência. A filosofia de Protágoras de que o “homem é a medida de todas as coisas” revela todo o processo de imanentização pelo qual passava o pensamento grego. Então essas premissas básicas dos Sofistas de que a verdade sobre o ser não existe; de que devemos buscar a imanência e não a transcendência e, que por fim, o homem-e não Deus- é a medida e todas as coisas nos oferecem o estado das coisas na Grécia antes do aparecimento de Sócrates, Platão e Aristóteles. Contra os sofistas, Platão vai ter que ensinar que o homem precisa de uma teologia verdadeira e de que podemos ter certeza a respeito do ser e das coisas. O relativismo terá um golpe naquela época. Mas os sofistas não desapareceram, basta ver o nosso século XX e XXI. O Mundo da Pólis tem sua sequência em Platão e Aristóteles, o terceiro volume da série. Voegelin é um  filósofo que está muito acima das discussões do meio universitário brasileiro. Ler suas obras é ter acesso a uma filosofia verdadeira.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: