Um Olhar Filosófico sobre a Dignidade do Homem

Existe um clima de ódio na sociedade brasileira e surgem várias tentativas de culpar pessoas ou determinadas ideologias políticas pelos nossos problemas. Qual é o caminho que o filósofo deve buscar para solucionar ao menos parcialmente alguns dos nossos desafios? A primeira coisa a ser feita é afirmar a doutrina cristã que o  homem é uma Imagem de Deus. Na doutrina católica, temos o ensinamento de São Tomás de Aquino sobre o Corpo Místico de Cristo. Tudo o que acontece com qualquer ser humano importa aos membros do Corpo Místico, nas palavras de Eric Voegelin. Algumas pessoas são membros do Corpo Místico pela fé, porém a maior parte da humanidade não é cristã, mas faz parte do Corpo Místico pela potencialidade. Isto vai contra a encíclica Mystici Corporis Christi de Pio XII que reduz os membros do Corpo Místico apenas aos católicos que recebem sacramentos. Este entendimento infeliz resultou em uma incapacidade geral dos membros do clero de agirem em favor dos judeus na Segunda Guerra.

Seguindo o pensamento de São Tomás, devemos afirmar que todos os homens são objeto de nossa consideração independente da religião. No fim da Idade Média outro filósofo defendeu a dignidade do homem. Este na filosofia de Nicolau de Cusa é um microcosmo, um pequeno mundo. No livro De Ludo Globi, Nicolau escreve:” o mundo é triplo: um pequeno mundo que é o homem; um mundo máximo que é Deus e um mundo amplo que é chamado de Universo. O pequeno mundo é parecido com o mundo mais amplo e este último é parecido com Deus.” Nicolau diz que Deus criou este mundo com base no Arquétipo da mente Divina1. A afirmação e a defesa do livre-arbítrio contra toda forma de Determinismo seja religioso, sociológico ou biológico é de fundamental importância. O reino de cada homem é livre, assim como o reino do Universo também é livre.2  Deus possui o poder Criativo , mas o ser humano possui uma capacidade de criar com sua mente, e isso abrange todas as coisas pelo poder conceitual3 . O Ser é algo bom, nobre e precioso.4 Tudo o que existe tem algumvalor5.

Em filosofia, deve-se evitar brechas para que a opressão e a negação da humanidade do próximo apareçam. Todos os filósofos que escreveram sobre este tema erraram de alguma maneira. Ideologias que justificam a falta de liberdade e negam o livre-arbítrio ao ser humano são as mais perigosas. A doutrina cristã de São Tomás afirma que todo o ser humano tem o potencial de se salvar tornando-se membro da Igreja pelo poder de Cristo e pelo uso do livre-arbítrio. É verdade que São Tomás afirma que existem aqueles que fazem parte voluntariamente do corpo da prostituta. O que é preciso ser feito é afirmar que o homem é a imagem de Deus e não justificar perseguições, discriminações e difamações, nem muito menos lamentarmos o fato de que o poder do Estado não pode ser usado por nós para consertar o mundo e perseguir os ímpios. Não podemos desesperar da salvação de ninguém. Nenhuma solução virá a partir do Estado, que não pode ser nunca um instrumento de “reforma moral” do planeta. Apesar de sugerir que membros da esquerda reconheçam a existência de pessoas que são voluntariamente más, nunca podemos parar de acreditar que os humanos de qualquer parte do mundo são potencialmente membros do Corpo Místico de Cristo. Não podemos afirmar a priori que ninguém está salvo ou condenado.

Muitos no Brasil parecem mergulhados em um frenesi de acusações em que cada uma das partes não tem razão. Todos estão comprometidos  com a afirmação do poder do Estado, de partidos políticos, de grupos financeiros, assim como com a defesa do poder do dinheiro, de organizações obscuras ou com a tentativa de justificar a miséria alheia sem apelar à caridade cristã. Todos querem poder político para calar a voz adversária. A solução possível é manter a crença de que todos tem o potencial de serem salvos e que nenhuma ação estatal pode ser tentada para aprimorar o que está de fato ou aparentemente errado. Usar a espada para adaptar o mundo às nossas crenças só pode resultar em banho de sangue. Afirmar que o homem é uma Imago Dei e que tudo o que acontece a todos os seres humanos importa para Deus é ser verdadeiramente cristão. Concluindo com as palavras de Voegelin, “existem tempos em que a ordem divinamente desejada só é realizada humanamente pela fé de sofredores solitários.”6

1 De Ludo Globi

2 Ibid

3 Ibid

4 Ibid

5 Ibid

6 Israel e a Revelação

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: