Resenha: Finnegans Wake, de James Joyce

442140

Riverrun, past Eve and Adam’s, from swerve of shore to bend of bay, brings us by a commodius vicus of recirculation back to Howth Castle and Environs.” Essas misteriosas palavras marcam o início da mais difícil obra da literatura mundial. Não cometo nenhum exagero ao enfatizar essa dificuldade. Mesmo os grandes críticos de vários países dificilmente chegam a uma conclusão satisfatória sobre o significado dessa obra escrita entre 1922 e 1939 por James Joyce. Se seu Ulisses já era complicado, em Finnegans Wake tudo fica ainda mais complexo. [Read more…]

Anúncios