Resenha: Ordem e Progresso, de Gilberto Freyre

Ordem-e-Progresso

Com cerca de 1000 páginas, Ordem e Progresso, de Gilberto Freyre, é uma obra com tamanho e qualidade suficientes para situar o leitor dentro do Brasil do final do Império e início da República. Temos a série que começa com Casa Grande & Senzala, depois segue com Sobrados e Mucambos, tendo Ordem e Progresso como conclusão, já que Jazigos e Covas Rasas não chegou a ser escrito pelo grande sociólogo brasileiro. [Read more…]

Resenha: Casa-Grande & Senzala, de Gilberto Freyre

Freyre Casa-Grande

O maior clássico da Sociologia brasileira, e um dos grandes livros dessa ciência em nível mundial, Casa-Grande & Senzala é uma obra surpreendente e esclarecedora sobre a formação do povo brasileiro- com todas as qualidades e seus vícios-, e foi importantíssima para consagrar a importância do indígena- e principalmente do negro- no desenvolvimento racial e cultural do Brasil, que é um dos mais complexos do mundo. [Read more…]

Resenha: Sociologia, de Gilberto Freyre

LivroSociologia

Sociologia é um livro escrito por Gilberto Freyre que funciona como uma introdução a essa ciência e também ao pensamento do próprio autor. Freyre descreve todo o alcance e as limitações da Sociologia em uma linguagem muito clara e com diversas citações de outros sociólogos brasileiros e estrangeiros que ajudaram a compor o mosaico de seu próprio pensamento. Pelo que lemos no livro, a Sociologia como compreendida pelo autor pernambucano envolve um grande número de outras ciências que ajudam a formá-la, como a Antropologia, a Economia, a Biologia, a História e a própria Filosofia. Grandes temas que já haviam aparecido na obra mais famosa de Freyre Casa Grande e Senzala podem ser vistos em Sociologia, como a grande ênfase na defesa do valor da mistura racial brasileira, da cultura do negro e do indígena. Freyre tenta de todas as formas evitar que a Sociologia que ele propõe fique restrita como uma forma de amparo a doutrinas mais amplas e limitadoras do pensamento como o Marxismo e o Evolucionismo Darwinista. Não que ele desconheça a importância de Marx e Darwin para a Sociologia, que recebeu uma nova dimensão especialmente a partir de Karl Marx; apenas acha que muitos sociólogos estudados e mencionados por ele nesse livro deixaram-se levar a um perigoso determinismo. [Read more…]

Resenha: A integração do negro na sociedade de classes, de Florestan Fernandes

Floestan Fernandes capa

Um dos objetivos de A integração do negro na sociedade de classes é o de demolir o mito da “democracia racial” brasileira, e o autor, Florestan Fernandes analisou diversos dados referentes à população negra e mulata em São Paulo, especialmente na primeira metade do século XX. O que fica bem claro é que a Abolição da escravatura libertou os negros “oficialmente”, mas que na prática a discriminação e a submissão da população negra aos brancos continuaram na vida cotidiana. Ignorados pela República, que se preocupou mais em trazer milhares de imigrantes europeus com o indisfarçável objetivo de promover o branqueamento da população brasileira, os negros e os mulatos acabaram por ser preteridos pelos imigrantes no mercado de trabalho. Nunca houve por parte do governo ou da Igreja qualquer preocupação com os negros e esses ficaram esquecidos depois da escravidão, já que supostamente não serviam nem mais para trabalhar. Os negros tiveram que suportar subempregos por causa da discriminação da população branca, discriminação essa que Florestan Fernandes atribui à falta de ética de trabalho de uma parte da população negra.
[Read more…]